Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Como orientar as crianças e adolescentes quanto à percepção e discernimento de falsas informações veiculadas pela mídia

noticia falsa

Os avanços tecnológicos dos últimos anos mudaram a relação da sociedade com as informações. Hoje, milhares de notícias são veiculadas em todo o mundo e a rapidez com que elas repercutem nos meios de comunicação, principalmente na internet e nas redes sociais, nos estimulam a ter um olhar mais superficial dos fatos.

As crianças e os jovens que cresceram na “Era Digital” tendem a apresentar essa característica com mais frequência, intensificando o desafio dos pais e dos educadores de ensinar a importância do pensamento crítico e da identificação das fontes de informação, que nem sempre são confiáveis nesses canais.

A seguir, vamos mostrar algumas práticas que ajudam a orientar os alunos quanto à percepção e o discernimento de falsas informações. Confira!

Desenvolvendo o senso crítico

No ambiente escolar, as crianças e os adolescentes devem ser inseridos em atividades nas quais eles sejam estimulados a pensar criticamente. Durante a pesquisa para um trabalho cujo tema é desastres naturais recentes, por exemplo, os jovens estudantes devem receber o apoio dos educadores para encontrarem mais de uma fonte de pesquisa sobre o assunto.

Depois, é interessante que toda a classe relacione os dados obtidos e, com a orientação do professor, os alunos consigam perceber que um mesmo tema pode ser abordado com diferentes pontos de vista e é preciso analisar todas as informações com calma e olhar crítico.

Nessas atividades, é interessante que o educador enfatize com o grupo que na internet e nas demais mídias nem sempre todas as informações publicadas são verdadeiras, por isso,  antes de formar uma opinião sobre algo e sair compartilhando com outras pessoas, o que acontece muito nas redes sociais, é preciso ter conhecimento de causa e não se basear apenas em informações superficiais repassadas, muitas vezes, de maneira informal.

Identificando notícias falsas

Mesmo nós, adultos, que conhecemos os principais veículos de comunicação do Brasil, temos uma certa dificuldade em reconhecer uma notícia falsa, principalmente na internet. Por isso, é importante que os alunos aprendam na escola algumas técnicas de como identificar uma informação falsa.

Durante a realização de um trabalho acadêmico, os jovens encontrarão inúmeras informações sobre o tema. Para garantir a autenticidade dos conteúdos, é interessante estimular os estudantes a pesquisarem sobre o autor do texto, verificar se outras fontes também publicaram essa notícia e conferir as datas das postagens.

Com essa análise, é possível identificar, por exemplo, se a notícia é antiga e se foi publicada novamente só que em outro contexto, se tornando uma informação não verdadeira.

Por fim, mais uma dica importante para que as crianças e os jovens não se deixem enganar pelas informações falsas é observar se a publicação tem muitos erros gramaticais, pois textos produzidos por jornalistas que atuam em veículos confiáveis dificilmente terão muitos erros de português..

Exemplo dos pais é fundamental

Como vimos, a escola pode ajudar os alunos a terem o discernimento do que é falso e verdadeiro nas mídias. Porém, em casa, também é interessante que os pais estimulem os filhos a terem esse olhar crítico.

Por exemplo, antes de compartilhar inúmeras correntes nos grupos familiares dos aplicativos de mensagens instantâneas, pare e pense o que aquela mensagem representa, se realmente faz sentido repassá-la para os seus filhos. Principalmente as crianças se espelham muito no comportamento dos pais, por isso, é essencial que o senso crítico esteja presente nas pequenas atitudes do dia a dia dos adultos.

Se você gostou do artigo e quer continuar por dentro das dicas e novidades da área de educação, não deixe de conferir também em nosso blog como os youtubers influenciam no comportamento dos jovens atualmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This