Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Parceria escola-família: Como educar os jovens para serem cidadãos de bem?

parceria

As famílias compartilham com as escolas a importante missão de educar os filhos para se tornarem cidadãos de bem, que respeitem o próximo, saibam conviver com as diferenças e que consigam desempenhar com clareza o seu papel na sociedade. Mas, o caminho até essa formação integral é repleto de fases importantes e somente com uma parceria escola-família é possível traçar esse percurso de forma efetiva.

Em um mundo cada vez mais globalizado e conectado, o desafio de informar e conscientizar os jovens sobre a importância da cidadania e das relações interpessoais saudáveis se torna ainda mais complexo. Na sequência, vamos mostrar como a parceria escola-família é fundamental para educar os jovens para serem cidadãos de bem. Não perca!

Desenvolvimento do perfil cidadão

A participação da escola na formação dos alunos não se restringe ao repasse de uma série de conteúdos pedagógicos. Claro que o processo de ensino-aprendizagem tradicional é válido para muitos estudantes, porém, hoje, os colégios assumem junto com as famílias a missão de formar cidadãos íntegros, preparados para os desafios do mundo e que sejam capazes de traçar os seus caminhos com felicidade e respeito ao próximo.

Diante disso, as ações educacionais do século XXI precisam guiar os alunos para “aprenderem a ser”, isto é, atividades que ajudam a desenvolver a ética, a colaboração, o respeito, o autoconhecimento, a autonomia, entre outras habilidades importantes para a formação do cidadão.

A família  deve apresentar e valorizar esses conceitos no dia a dia das crianças em casa. Além disso, os pais também precisam incentivar a participação dos filhos nas ações educacionais e extracurriculares promovidas pela escola.

Jovens preparados para serem o que quiserem

Para formar bons cidadãos, é essencial que os jovens desenvolvam o autoconhecimento e possam fazer boas escolhas, sempre tendo em mente que não é preciso limitar as suas possibilidades, pois o mundo é repleto de oportunidades para quem sabe chegar até elas.

Mas, o processo para esse desenvolvimento não é tão simples. Ele começa ainda na Educação Infantil, com a socialização dos pequenos, e segue durante toda a trajetória escolar do jovem. Para dar aos alunos a liberdade de serem o que quiserem, é importante que tanto a escola quanto os pais evitem as normalizações, as imposições e as padronizações que acabam afastando os alunos do mundo real.

A formação dos cidadãos de bem consiste em educar o jovem para que ele possa, com autonomia, descobrir o seu melhor e fazer aquilo que de fato lhe proporcione um bem-estar. Entretanto, essa parceria escola-família também precisa ser mantida quando o assunto é ensinar o estudante a lidar com as frustrações. Um cidadão consciente não pode desistir todas as vezes que algo não sai como o planejado. O olhar crítico e a persistência são dois pontos fundamentais para uma formação integral.

Vimos no artigo de hoje que para educar os jovens para serem bons cidadão é preciso um empenho conjunto da família e da escola. Também mostramos que o desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais e emocionais são extremamente importantes para a conquista desta formação integral.

Se você gostou do artigo e quer continuar por dentro das dicas sobre educação de crianças e jovens, te convidamos para acompanhar as próximas postagens do nosso blog.

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This