Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Lugar de criança pequena é na Educação Infantil

criança no primario

Um ambiente que garanta a interação dela com outras crianças, com adultos, com brinquedos e com a natureza, sempre com segurança e conforto. É disso que os pequenos precisam.

Depois que um bebê nasce, um mundo de descobertas se revela para pais e filhos. Enquanto os pequenos aprendem a viver numa velocidade incrível (sentar, engatinhar, falar, andar, correr…), os pais aprendem a serem pais, proporcionando as melhores experiências para que seus filhos desenvolvam o máximo de seus potenciais.

Por isso, é fundamental a escolha de uma boa escola de Educação Infantil. Para guiar os pais nessa decisão, é importante entender como as crianças aprendem nessa idade. Na creche (até 3 anos) ou na pré-escola (4 e 5 anos), elas assimilam tudo de forma ativa, ou seja, na relação com as pessoas, os objetos, o ambiente e outras crianças.

É preciso valorizar a exploração e a manipulação, investindo em materiais que possibilitem isso, como os brinquedos, que exploram cores, formatos, texturas e sons, além de estimularem o faz de conta. No Colégio Marupiara, em São Paulo, todas as salas são ambientadas para que a criança possa fazer suas escolhas, pois é assim também que elas aprendem. O espaço de Educação Infantil também conta com área verde com playground e horta.

Professor tem papel fundamental

A criança, no Marupiara, tem um ambiente e situações propícias para que desenvolva o gosto pela investigação do mundo natural e social. O papel do professor é estar atento e respeitar esse interesse. Cabe a ele ensinar a criança a explorar e escolher, criar oportunidades. Ela é estimulada a investigar, perguntar e experimentar para, dessa maneira, apropriar-se gradativamente dos conteúdos e valores criados pela cultura, como participante criativo e criador.

A ideia é facilitar para que ela construa seu próprio mundo e compreenda o que a cerca, estimulando-a a imitar pessoas e personagens na brincadeira. Nesse movimento de vivenciar semelhanças e diferenças, ela pode se perceber como pessoa e construir identidade e autonomia.

Todo esse trabalho também tem foco no desenvolvimento da linguagem oral e da aproximação da escrita convencional. “O processo de alfabetização e letramento se inicia no ingresso da criança no infantil, ou seja, no Infantil 1. Entendemos como um processo natural que se dá a partir do contato com o mundo letrado, possibilitando à criança uma forma de se comunicar com o meio e com o outro”, explica a coordenadora pedagógica Cris Ventura.

Como isso é feito? Por meio de projetos de leitura e escrita. As crianças recebem livros adequados para suas idades e acompanham a leitura que seus professores fazem. Dessa maneira, elas conhecem o enredo daquela obra e fazem suas reflexões em rodas de conversa. Outras linguagens também merecem destaque como as Artes Plásticas, a Música, o Inglês e a Educação Física.

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This