Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Transição sem traumas: da Educação Infantil para o 1º ano

primeiro dia

A saída da pré-escola para o Ensino Fundamental é motivo de preocupação para os pais (e também para as crianças). Saiba como o Colégio Marupiara administra esse momento

No Brasil, até bem pouco tempo, as crianças entravam no Ensino Fundamental no ano em que completariam 7 anos. Em 2006, a Lei nº 11.274 reduziu para 6 anos o ingresso no Ensino Fundamental. Com isso, essa etapa de ensino passou a ter nove anos de duração, dando mais tempo para a aprendizagem de conteúdos formais. A norma apenas colocou os brasileirinhos em pé de igualdade com as crianças de outros lugares de mundo, que já iniciavam seus estudos com essa idade.

No entanto, sempre houve uma preocupação dos educadores: como garantir as necessidades da infância dessas crianças de 6 anos em um ambiente escolarizado? Afinal, os pequenos de 5, 6 e 7 anos não são muito diferentes, não é mesmo? Além disso, como tornar menos traumática a passagem da Educação Infantil para o Ensino Fundamental, que sempre foi motivo de atenção para os professores?

É comum, por exemplo, encontrar em uma mesma escola salas de pré-escola com cantos de leitura, desenho, teatro e outras tantas propostas adequadas para a faixa etária e, na de 1º ano, carteiras enfileiradas para manter os alunos sentados. Essas mudanças são muito impactantes para os pequenos que ainda estão no início da vida escolar.

Mais próximos da Educação Infantil

Já que a escolarização está acontecendo cada vez mais cedo, é fundamental garantir espaço para o desenvolvimento pleno da infância desse aluno tão pequeno. No Colégio Marupiara, em São Paulo, as dependências dos Infantis 1, 2 (crianças de 2 a 5 anos) e do 1º ano ocupam a mesma área, compartilhando parque e espaço para lanche.

Essa é apenas uma das orientações que a escola incluiu em seu planejamento e que estão alinhadas às diretrizes do Ministério da Educação (MEC) para manter o 1º ano do Ensino Fundamental mais próximo da Educação Infantil.

A instituição valoriza a abordagem lúdica, oportunizando a redescoberta e a participação do aluno. A meta é que as crianças se apropriem, até o 1º ano, dos códigos e das funções da leitura e da escrita e se aproximem das noções matemáticas necessárias para a construção do conceito de número.

Os trabalhos realizados são feitos por projetos multidisciplinares, enfocando também o conhecimento do mundo natural e social. Para cada turma de 1º ano, há dois professores polivalentes, além dos professores especialistas para a Língua Inglesa, a Educação Física, a Música e as Artes Plásticas.

Três são os ingredientes essenciais para garantir que as turmas de 6 anos façam uma boa transição para o Ensino Fundamental: estrutura física adequada em toda a escola, professores bem formados e um currículo consistente e claro na intenção de ensinar. E isso o Marupiara tem de sobra!

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This