Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

A importância de manter a qualidade de vida da criança para um aprendizado mais significativo

qualidade-de-vida-da-crianca

Quando pensamos em uma instituição de ensino, logo associamos com alunos, professores, sala de aula e muitos aprendizados. A escola realmente tem essa representatividade, é um ambiente rico de descobertas e desafios, que tem por objetivo formar os cidadãos do futuro. Porém, para isso, é necessário que haja, também, uma atenção especial ao desenvolvimento do bem-estar, da saúde e da qualidade de vida dos estudantes.

É imprescindível que os currículos escolares contemplem esses temas, ensinando a teoria e também aplicando os conceitos no dia a dia dos alunos, mostrando a eles a importância dos cuidados com o corpo e com a mente, fatores que contribuem para um aprendizado mais significativo.

Neste artigo, vamos mostrar como a qualidade de vida e a saúde podem e devem ser abordadas nos colégios, a fim de proporcionar uma formação integral aos estudantes.

Alinhando a teoria à prática

Para que os aprendizados de novos hábitos que ajudam a promover a saúde e a qualidade de vida ultrapassem os muros da escola, é essencial que as práticas desenvolvidas com os estudantes consigam alinhar a teoria à prática.

Nas aulas de Educação Física, por exemplo, os estudantes precisam conhecer os conceitos de cada exercício e esporte trabalhado, bem como as características e funcionalidades do corpo humano. Nos encontros, é interessante, também, abrir espaço para discussões sobre a importância em manter hábitos saudáveis e como eles contribuem para termos uma vida mais plena e feliz.

Em um segundo momento, quando os jovens já tiveram acesso a teoria e puderam compartilhar com os professores suas questões, é recomendável iniciar a prática dos esportes e exercícios na escola. Os educadores devem incentivar os estudantes a também manterem uma rotina de treinos em casa, pois para se formar adultos com boa saúde física, é importante que se tenha uma base sólida desde a infância.

Nessas aulas, é possível abordar, também, as mudanças ocorridas no organismo durante o esforço físico, como respiração, desidratação, frequência cardíaca, equilíbrio e força. Assim, os estudantes aprendem sobre os limites do corpo humano e a importância de respeitá-los para manter a saúde.

Esse equilíbrio entre teoria e prática é um diferencial dentro das instituições de ensino, pois por meio dele é possível disseminar novos hábitos nos alunos, contemplando a prática de exercícios físicos.

Desenvolvendo a qualidade de vida do aluno: uma parceria entre pais e escola

Desde pequenos, os estudantes têm contato com temas relacionados à qualidade de vida, como os cuidados básicos com a higiene pessoal ao lavar as mãos, escovar os dentes, entre outras tarefas diárias. Esses hábitos precisam continuar presentes também na rotina escolar das crianças para que sejam internalizados.

Além disso, a qualidade de vida está diretamente relacionada com a alimentação que temos. Por isso, é essencial que os colégios ofereçam aos alunos um cardápio equilibrado. Sabemos que na infância é comum as crianças gostarem de doces e frituras, mas, a missão da escola e dos pais é a de oferecer a eles uma alimentação saudável todos os dias, ainda mais com os pequenos que estão começando a desenvolver suas preferências.

Mesmo nas instituições de ensino em que os alunos levam o próprio lanche, é interessante que os educadores orientem os pais sobre a importância de preparar a lancheira dos filhos com alimentos ricos em nutrientes, que além de fazerem muito bem para a saúde, ajudam a manter a disposição da criança para conquistar novos aprendizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This