Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Os desafios da alfabetização no ensino remoto

alfabetização hibrida

O ensino remoto se tornou realidade para milhares de estudantes brasileiros em 2020 devido à pandemia do coronavírus. Os desafios desse novo formato de ensino-aprendizagem variam de acordo com a faixa etária dos alunos. Para as crianças que estão no início do Ensino Fundamental, fase marcada pela alfabetização, o maior desafio é avançar na leitura e na escrita.

Sem o suporte presencial dos professores e em um ambiente de aprendizagem muito mais autônomo, os alunos podem encontrar algumas dificuldades para seguir progredindo na alfabetização. Mas, para evitar que esse período comprometa a evolução dos estudantes, um trabalho em parceria da escola com a família é fundamental.

Na sequência deste artigo, vamos explorar um pouco mais os principais desafios da alfabetização no ensino remoto e o que deve ser feito para que o novo normal não traga impactos negativos na formação integral dos estudantes. Confira!

Alfabetização e suas particularidades

O processo de alfabetização representa uma das etapas mais complexas da formação dos alunos. Por ser uma fase longa e que requer diferentes habilidades, é importante que professores e alunos sigam em sintonia durante todo o processo, garantindo uma evolução significativa na escrita e na leitura.

Mesmo no ambiente tradicional de aulas presenciais, a alfabetização não é algo simples, pois envolve muitas particularidades que vão desde o perfil dos alunos até o projeto político pedagógico da instituição de ensino.

No cenário das aulas remotas, os desafios desse processo se tornam mais expressivos. Independentemente do método de alfabetização adotado pela escola, é importante que os educadores acompanhem de perto esse processo, observando as dificuldades dos alunos e os orientando sempre que for preciso.

Ensino remoto exige um acompanhamento ainda mais personalizado na alfabetização

Mesmo com todas as limitações do momento atual, é fundamental que o professor continue tendo um olhar personalizado para cada estudante que passa pela alfabetização. Por mais que as atividades sejam planejadas para que todos tenham um progresso conjunto, é bastante comum nessa fase que alguns estudantes encontrem mais dificuldades enquanto outros estão mais avançados, seja na leitura ou na escrita.

Por isso, o olhar personalizado se torna ainda mais importante na alfabetização realizada no ensino remoto. Com os recursos online, os educadores devem analisar a evolução, dificuldades e facilidades dos alunos de perto.

Neste mesmo sentido, o apoio dos pais nesse processo é fundamental, já que o incentivo e suporte da família sempre é importante para o aprendizado das crianças e, em tempos de aulas remotas, esse papel ganhou ainda mais relevância.

Além de acompanhar e apoiar os filhos nas tarefas escolares relacionadas a alfabetização, é importante a família abordar o tema durante a rotina da casa. Incentive a criança a escrever mensagens para os familiares que estão longe, montar a listinha do supermercado e ler livros ao anoitecer. Por mais simples que sejam, essas atividades estimulam o aprendizado dos pequenos.

Juntos, professores e pais podem alinhar expectativas e se tornarem instrumentos para que a alfabetização do estudante no ensino remoto transcorra bem, sem comprometer a formação das crianças.

Apresentamos no artigo de hoje alguns dos desafios da alfabetização no ensino remoto. Para continuar por dentro de assuntos relacionados à educação, confira também em nosso blog o post que reúne dicas de como despertar a consciência social nos jovens.

Pin It on Pinterest

Share This