Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Formando os líderes do futuro

Formando os líderes do futuro - Marupiara

Numa instituição de ensino de ponta, cada atividade é trabalhada com a preocupação de que ofereça oportunidades de crescimento e aprendizagem. Desde a Educação Infantil, é importante a escola estabelecer as bases para a formação de cidadãos preocupados com o incentivo e o auxílio ao desenvolvimento das pessoas ao seu redor.

Desta forma, a tradicional escolha de um representante de classe, algo aparentemente banal, pode se transformar em um rico processo que permite aos alunos exercitarem habilidades e compreenderem questões de cidadania.
O processo de representação de classe não pretende somente escolher qual aluno irá representar uma sala. Inserido dentro de um contexto pedagógico, a eleição do representante busca despertar nos alunos o senso crítico, a observação e a análise de pontos positivos e negativos a serem considerados na escolha e na atuação de um líder na sociedade, contextualizando a questão para o âmbito escolar, dentro de um campo de atuação delimitado às preocupações e necessidades levantadas pelos estudantes.


A representação de sala é aplicada, geralmente, a partir das séries iniciais do Ensino Fundamental, com intuito de estimular a reflexão sobre o perfil de um bom representante, a partir do papel que ele desempenha junto à sua comunidade, no caso, seus colegas de classe, e na interface desempenhada por eles junto à coordenação da escola.

Cientes de seus direitos e deveres

Durante o processo de eleição dos representantes de sala, os educadores devem promover reflexões sobre os direitos e deveres dos eleitores e candidatos..É interessante que o processo siga várias etapas, quase idênticas às de um período eleitoral real. Candidatos são definidos, propostas são apresentadas e plataformas de representação são construídas.
Para internalizar ainda mais o perfil cidadão do estudante, é recomendável que a escolha dos representantes seja definida em uma eleição direta, realizada pelos próprios alunos, sob a supervisão de seus professores.
Durante este período, os estudante são desafiados a exercerem habilidades comunicacionais – como a argumentação – e relacionais, como a articulação, a empatia e o relacionamento com seus concorrentes nas diferentes etapas da campanha.

Estimulando atitudes cidadãs durante as atividades pedagógicas

A escola e a família são responsáveis pela formação do aluno-cidadão, já que a ideia de participação social precisa ser permanentemente estimulada na criança ou jovem. No âmbito escolar, além das eleições de representantes de classe, a cidadania, os valores morais e éticos devem ser promovidos durante a rotina escolar, através de atividades pedagógicas focadas nos conteúdos atitudinais.

Por meio da exposição de situações-problema, por exemplo, as crianças e os jovens são convidados a refletir sobre a complexidade das relações e dos afetos e a elaborar estratégias de ação para minimizar alguns conflitos. A participação ativa em trabalhos voluntários ou em projetos sociais também são ótimas atividades que proporcionam o desenvolvimento da capacidade de  cooperação e de argumentação com base na realidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This