Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

A importância da formação humana e integral no desenvolvimento da criança e do adolescente

Formação humana e integral I Marupiara

Atualmente, muito se fala sobre formação Integral do aluno, termo que, por muitas vezes, é confundido com educação de tempo Integral. Porém, há grandes e significativas diferenças entre os dois. A formação integral do aluno engloba todos os esforços que a escola promove para que sejam trabalhados os aspectos sociais, psicológicos, pedagógicos e afetivos, enquanto a educação de tempo integral está relacionada diretamente a quantidade de horas que o aluno permanece no ambiente escolar, independentemente se ele usufrui ou não de uma formação realmente integral e integrada.

A formação integral dos alunos, desde a Educação Infantil, é de extrema importância para o desenvolvimento da criança e, posteriormente, do adolescente, pois trabalha as relações humanas de forma mais ampla, indo além dos aspectos da racionalidade ou cognição, dando relevância às artes em geral, ao desenvolvimento de dimensões afetivas, aos valores e ao bem-estar do indivíduo.

O trabalho de formação integral do aluno conta, também, com a participação ativa dos pais para promover o desenvolvimento da consciência de valores éticos e morais, a partir de uma perspectiva sobre as situações do cotidiano, permitindo que o estudante reconheça seus direitos e deveres dentro da sociedade na qual está inserido.

Com base nessa concepção, é papel da escola oferecer atividades diversificadas aos seus alunos, que os levem a conhecerem seus pontos fortes e pontos a melhorar. Ao trabalhar com as múltiplas inteligências, a escola está formando um aluno-cidadão capaz de fazer suas próprias escolhas no futuro, com autonomia e autoconhecimento.


Formação humana e Integral

A proposta Pedagógica de instituição humanista e sociointeracionista valoriza o processo de ensino e aprendizagem integral, no qual o aluno é inserido em contextos cujo propósito é fazer com que ele seja autor e ator no desenvolvimento da aprendizagem. Para isso, a instituição de ensino deve oferecer um ambiente desafiador, que permita o desenvolvimento físico, emocional, intelectual e ético dos estudantes.


Formação da criança        

De acordo com o autor Celso Antunes, em seu livro “Educação Infantil: prioridade imprescindível”, o período que vai da gestação até o sexto ano de vida da criança é o mais importante na organização das bases para as competências e habilidades desenvolvidas ao longo da existência humana.

Em consonância com a concepção do autor, o colégio deve oferecer, desde a Educação Infantil, uma formação que contempla a ampliação da linguagem oral e a aproximação da linguagem escrita convencional, valorizando, também, as Artes Plásticas, Hora do Conto, Música, Inglês e Educação Física. Estimulando o aluno a investigar, perguntar e experimentar, levando-o à apropriação gradativa dos conteúdos e valores criados pela cultura, como participante criativo e criador.


Preparação do jovem para o mundo    

Ao chegar ao Ensino Médio, prestes a alcançar a vida adulta, os alunos consolidam a formação humana e integral que os acompanharam desde a Educação Infantil. Estes jovens representarão, no futuro, uma sociedade mais crítica, já que foram formados não para serem apenas peritos nas diversas áreas, mas sim cidadãos responsáveis e livres, capazes de aplicar o seu conhecimento em ações que vão além dos muros da escola.

É importante que o colégio ofereça ao adolescente uma preparação que o ajudará na escolha de sua carreira, no ingresso na universidade e, posteriormente, na entrada no mercado de trabalho.

Nesta fase repleta de desafios, os alunos se deparam com o temido vestibular.  Porém, o jovem que recebeu, desde sua base, uma formação humana e integral, tende a ter mais facilidade nos principais exames do país que, há muitos anos, priorizam os candidatos que possuem habilidades mais significativas como, pensamento lógico e criativo, com capacidade de interpretar textos, de aplicar conceitos e de fazer relações entre as diferentes áreas de conhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This