Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Expectativas X realidade: como ajudar os filhos a equilibrar esses sentimentos na pandemia?

expectativa

O ano de 2020 foi realmente muito desafiador. A pandemia do novo coronavírus mudou planos, adiou objetivos e transformou por completo a rotina das pessoas, principalmente das crianças e jovens em fase escolar.

Um novo modelo de ensino passou a fazer parte do dia a dia dos alunos, que a distância tiveram que compreender todas as limitações e mudanças impostas pela Covid-19. Com cerca de nove meses nessa rotina de aulas remotas e distanciamento social, é comum os estudantes apresentarem muitas expectativas sobre o que virá no futuro.

Entretanto, essas expectativas podem acabar sendo frustradas diante de uma realidade nada favorável. Com os aumentos nos números de casos em todo o país, o desejo de que tudo se normalize parece ter ficado ainda mais distante.

Se você vem percebendo esse tipo de comportamento em seu filho, confira na sequência deste artigo dicas de como ajudar crianças e jovens a equilibrar as expectativas e a realidade durante a pandemia.

Converse com seu filho sobre a situação atual e planos futuros

O primeiro passo para entender o que o jovem está pensando em relação a pandemia e esse “novo normal” é conversando com ele sobre a situação atual que todos nós estamos passando e também abordando os planos futuros.

É importante ser sincero com o filho nesse momento, deixando de criar ainda mais expectativas para o retorno às atividades. Conscientize o jovem sobre o papel de cada um de nós nesse processo de retomada, os cuidados que são fundamentais e, principalmente, a valorização da vida.

Do mesmo modo, não torne a conversa algo ainda mais preocupante e que possa deixar o seu filho sem boas perspectivas. É fundamental falar sobre a realidade, mas em um tom positivo e que mantenha o jovem inspirado para seguir os seus planos, mesmo que para isso ainda não seja possível estabelecer uma data.

Mostre que a frustração é algo normal e que precisa ser superado

Quando o seu filho demonstra frustração com tudo o que está passando devido a pandemia, é interessante mostrar para ele que, infelizmente, essa é uma situação global, milhares de pessoas estão precisando se adaptar a este novo cenário, abrindo mão de sonhos e planos de forma momentânea.

Não ir para a escola e não interagir com os colegas, por exemplo, são situações que podem gerar esse sentimento de frustração, ainda mais em um período tão prolongado. Por isso, vale falar sobre suas próprias frustrações como pai ou mãe e o que você fez para superá-las e seguir em frente. Por meio dos exemplos da própria família, fica mais fácil para o jovem reunir forças para se manter motivado na pandemia e durante qualquer outra fase difícil que ele venha a enfrentar.

Ajude seu filho a manter uma rotina saudável e organizada em casa

Uma outra forma eficaz de manter as expectativas e a realidade em equilíbrio em sua casa tem a ver com os hábitos que as crianças e jovens seguem durante esse período de quarentena.

Para garantir o bem-estar físico e mental, é muito importante continuar com uma rotina saudável e organizada, mesmo no período de férias escolares. Fazer atividades físicas em casa, brincar e se alimentar bem, por exemplo, são práticas que ajudarão a manter as emoções em equilíbrio, não dando espaço para os sentimentos de tristeza e insatisfação por não estarem curtindo as férias como nos anos anteriores.

No artigo de hoje, mostramos dicas de como ajudar os filhos a equilibrar as expectativas e a realidade durante a pandemia. Para continuar por dentro de assuntos relacionados à formação de crianças e jovens, confira também em nosso blog o post que aborda a parceria entre a educação e a tecnologia no pós-pandemia.

Pin It on Pinterest

Share This