Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Ensino Médio: quais aspectos são essenciais nessa etapa?

Ensino medio

Aquela criança linda e cheia de perguntas curiosas cresceu. Está transformada pelos anos que passaram e prestes a entrar no Ensino Médio. Entenda o que considerar na hora de escolher uma escola.

O Ensino Médio é a última etapa da Educação Básica, ou seja, é o segmento que antecede a universidade. Por essa proximidade com um momento de decisões sobre a vida escolar e profissional (“Qual carreira seguir?”, “Quais vestibulares fazer?”, “É hora de dar um tempo?”), a escolha de onde cursar o Ensino Médio passa a ser uma preocupação para muitas famílias.

É comum, nessa hora, ouvir pais determinando que, por ser um período que antecede o vestibular, os filhos devem estar em uma escola mais tradicional, ou seja, que enfatize o conteúdo. Lembre-se que escolas tradicionais têm como foco de atuação fazer com que o aluno conheça o maior volume de conteúdo que pode ser útil nos exames.

Atenção aos resultados

É por isso que a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) virou uma grande referência para apoiar essa decisão. Vale destacar que o Enem é a principal porta de acesso para o Ensino Superior no Brasil, sendo aceito também no Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe), em Portugal – 42ª instituição portuguesa a adotar a prova.

No entanto, é preciso que pais e estudantes tenham cuidado em relação a este foco nos resultados do Enem, pois, em algumas escolas, alunos com notas mais altas são agrupados em uma sala justamente para que estudantes e a instituição consigam tão somente um melhor desempenho. E, claro, isso se transforma em material de divulgação institucional, deixando de lado, muitas vezes, a formação integral e a relação interpessoal dos adolescentes, que serão indispensáveis na vida adulta. Fique atento!

De olho nas mudanças

Fundamental também é saber se a escola está se preparando para as mudanças propostas pela legislação vigente. A carga horária total, de acordo com as novas diretrizes do Ministério da Educação (MEC), deve ser ampliada para 3 mil horas até o início do ano letivo de 2022. O Ensino Médio diurno deve ter a duração mínima de três anos, com pelo menos, 200 dias de efetivo trabalho escolar.

E quanto à Base Nacional Comum Curricular (BNCC)? Quais adequações e propostas a instituição está fazendo? Hoje, há uma formação generalista (todos os alunos fazem o mesmo percurso com cerca de 13 disciplinas). A nova proposta é que a trajetória escolar seja dividida em formação geral básica (comum a todos) e flexível (composta por itinerários formativos).

Foco no que é importante

Para essas reformas, é fundamental ter uma equipe de coordenadores pedagógicos e professores bem preparada para propor uma trajetória de ensino que esteja alinhada ao que a escola defende como valores e que faça sentido para o aluno e sua família. Procure saber como a instituição que você está pesquisando está se organizando para dar conta dessas exigências.

Por fim, mais um aspecto. Talvez o mais importante: ouça seu filho. O que ele deseja para a vida dele? Quais competências e habilidades são importantes desenvolver agora para ter uma vida adulta mais estável? Ele quer ou necessita realmente mudar de escola? Entenda como você pode contribuir para esse momento tão importante.

Pin It on Pinterest

Share This