Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Educação Infantil: saiba como ajudar seu filho com o ensino remoto

EAD

Desde o fim do mês de março, as escolas de todo o país tiveram que adotar o ensino remoto por conta da pandemia do novo coronavírus. A medida pegou todos de surpresa e a comunidade escolar teve que se adaptar rapidamente ao chamado novo normal.

Esse processo de adaptação ao ensino remoto talvez seja um pouco mais complexo para as crianças da Educação Infantil. Por mais que elas estivessem acostumadas com os recursos tecnológicos, a questão do distanciamento social e o maior tempo em casa podem acabar dificultando o processo de aprendizagem em alguns casos.

Por isso, a participação dos pais é ainda mais importante nessa fase. Aliás, a parceria escola-família que tanto norteia a educação das crianças e jovens se torna nesse momento algo fundamental para que a quarentena seja produtiva para todos, inclusive para as crianças da Educação Infantil.

A seguir, listamos algumas dicas de como os pais podem auxiliar os filhos no ensino remoto, equilibrando as diversas tarefas com a educação dos pequenos. Confira!

Se mantenha atualizado sobre os estudos do seu filho

Como mencionado no início, a Covid-19 mudou por completo a rotina das famílias. A adoção do home office e do ensino remoto fizeram com que pais e filhos tivessem que se reorganizar para dar continuidade às suas atividades escolares e de trabalho. Mas, o fato de estar em casa não quer dizer que os pais têm mais tempo disponível, muitas vezes o que acontece é o contrário, pois a rotina passa a ter mais tarefas.

Apesar dessa correria dentro de casa, é fundamental que os pais procurem se manter atualizados sobre os estudos do filho. Separar um momento do dia para conversar com a criança sobre as atividades é importante para verificar se o pequeno está conseguindo absorver os conteúdos ou se precisa de uma atenção diferenciada. Além disso, a participação nas lições de casa continua sendo importante e serve de estímulo para as crianças.

Promova atividades em casa relacionadas com o ensino remoto

Quando os pais estão antenados com os assuntos que o filho está aprendendo na Educação Infantil eles podem se tornar uma extensão da escola. Por exemplo, se as atividades estão focadas nos animais, a família pode promover no fim de semana uma atividade lúdica envolvendo esse tema. Vale brincar de adivinha com os sons dos animais, fazer mímicas ou desenhar algumas espécies em família.

A dica é se conectar ao máximo com a educação da criança, mostrando para ela que é prazeroso aprender mesmo que neste momento o formato das aulas tenha mudado. A motivação dos pequenos é muito importante para que o ensino remoto alcance os objetivos propostos.

Liberdade é importante para os alunos da Educação Infantil

A mudança na rotina impacta bastante as crianças, pois elas têm mais dificuldades para entender os motivos que levaram a esse formato temporário de educação. Não adianta esperar que o seu filho pequeno siga uma rotina de atividades remotas como os mais velhos, já que as necessidades e o perfil das crianças da Educação Infantil são diferentes.

Os pequenos precisam ter liberdade para desenvolver a criatividade, brincar e fazer descobertas. Por isso, uma forma de contribuir para o ensino remoto é destinando um tempo para a criança ficar livre, brincar com o que ela gosta, fazer seus próprios desenhos ou simplesmente não fazer nada. Até mesmo no ócio os pequenos podem ter ideias criativas que irão ajudá-los durante as atividades online.

No artigo de hoje, apresentamos dicas de como os pais podem ajudar os filhos com o ensino remoto na Educação Infantil. Aproveite que você está ampliando os seus conhecimentos sobre educação e confira também em nosso blog o post que ensina a minimizar os impactos do isolamento social nas crianças.

Importante frisar que o Colégio Marupiara não utiliza o termo “aula online” do Ensino a Distância (EAD), mas o termo “atividade remota” (síncrona ou assíncrona), que melhor condiz com o “ensino remoto” preconizado pelo Conselho Nacional de Educação para as escolas de educação básica neste momento de pandemia.

Pin It on Pinterest

Share This