Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TITLE

DESCRIPTION

Educação Digital: como a escola pode ajudar os alunos a utilizarem as novas tecnologias de forma adequada?

Educação Digital - Marupiara

Os jovens de hoje estão em estado de comunicação permanente e a escola e a família devem levar em conta a teia – à rede – a qual eles têm acesso a todo momento. Hoje, os educadores não podem ignorar esta questão e devem trabalhar no sentido de orientar seus alunos em relação aos prós e contras desta teia.

Com a internet e uma quantidade enorme de informações disponível, o desafio é garantir qualidade e eficácia a esse acesso, além de proporcionar uma experiência que respeite as necessidades de cada aluno e o ajude a ver valor no que aprende. As novas tecnologias trouxeram aos educadores a necessidade de repensar o processo de ensino-aprendizagem  e de entender como elas podem ajudar as novas gerações a desenvolverem habilidades necessárias para os desafios de seu tempo.

A Era Digital exige dos professores habilidades e repertório que os habilitem a atuar como mediadores na construção do conhecimento dos alunos, além de estabelecer vínculos entre os conteúdos das disciplinas, as diversas aprendizagens da escola e da realidade cotidiana. Nesse sentido, para orientar tanto o trabalho do professor como o processo de aprendizado do aluno sobre o uso das novas tecnologias é preciso que as escolas assumam uma nova postura.

Tecnologia em sala de aula

O aprender por aprender já não existe. Hoje, os alunos precisam saber para que e por que precisam conhecer determinado assunto. Computadores, tablets e demais dispositivos utilizados em sala de aula permitem novas formas de trabalho, possibilitando a criação de ambientes de aprendizagem em que os alunos possam pesquisar, fazer antecipações e simulações, confirmar ideias, experiências, criar soluções e construir novas formas de representação mental.
O papel da escola nessa realidade é ensinar a criança e o adolescente a se apropriar das novas linguagens, os tornando competentes para a comunicação coletiva na rede. Esse respaldo da escola aliado a participação contínua da família, proporciona  aos alunos uma visão clara sobre a importância do uso adequado dessas ferramentas, dando, assim, subsídios para que sejam capazes de filtrar as informações disponíveis, produzir conteúdos e conseguir articulá-los de forma reflexiva.
É importante, no entanto, que haja não apenas uma revolução tecnológica nas instituições de ensino, mas, também, na capacitação docente, pois a tecnologia ainda é encarada como um mistério por alguns educadores no Brasil.

Uso inadequado pode colocar alunos em risco


Com o vertiginoso crescimento do acesso de crianças e jovens à internet e, especialmente, às redes sociais, muitos pais temem que seus filhos se exponham inadequadamente ou se relacionem com pessoas perigosas.

De acordo com o estudo desenvolvido pelo Instituto iStart, o mau uso das novas ferramentas tecnológicas no ambiente escolar é frequente e as instituições pesquisadas foram unânimes ao afirmar que já registraram, em média, 20 ocorrências de utilização inadequada dos dispositivos entre os alunos durante o ano letivo.

Ainda segundo a pesquisa, as crianças que utilizam telefone celular não estão recebendo orientações adequadas por parte da família e até da escola para o uso ético, legal, seguro e saudável destes dispositivos digitais.
É comum as pessoas – inclusive os alunos – identificarem o espaço virtual como sendo de caráter privado e divulgarem informações particulares sobre si ou outros colegas. Ocorre, porém, que isso não é verdade e os problemas de convivência ficam superdimensionados – o cyberbullying é apenas um exemplo dessa prática inapropriada.

Para que as novas tecnologias sejam aliadas dos alunos, é preciso um acompanhamento contínuo dos educadores e pais, evitando que o jovem crie uma realidade virtual e deixe de exercer o seu papel na vida real.

ONE COMMENT

  • Sonia Sampaio disse:

    ” Com o tempo, uma imprensa cínica, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma. ” Joseph Pulitzer – 1847-1911

    Qualquer semelhança da frase com o Brasil atual, será mera coincidência …

    Parabéns ao Colégio Marupiara pelo artigo que mostra a importância da Internet na Educação dos Estudantes.

    Infelizmente nem todas as famílias têm consciência da influência da Mídia na formação dos filhos e filhas e , por isso, resolvi usar parte do meu tempo como Educadora Aposentada, para dar palestras sobre as relações entre Educação e Mídia. Sônia Sampaio – mãe de criança do Ensino Fundamental

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This