Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Dicas de como evitar que os estudantes se sintam pressionados na sala de aula

stress 2

Ser criança em período escolar não é tão simples como parece para nós, adultos. Primeiro dia de aula, apresentação de trabalhos, ser aceito pelos diferentes grupos, cobrança dos pais e professores, conviver com práticas de bullying e, ainda assim, tirar boas notas e ter um desempenho admirável na escola são algumas das situações presentes na rotina dos pequenos.

Toda essa agitação no ambiente escolar pode causar algum tipo de pressão nos alunos. Se analisadas de perto, essas situações se assemelham bastante com o cotidiano que os adultos enfrentam diariamente no trabalho e em casa.

Reunimos no artigo a seguir algumas dicas para amenizar a pressão dentro da sala de aula, fazendo com que a escola se torne um ambiente prazeroso, educativo e acolhedor para as crianças. Confira!

Dê espaço para os alunos interagirem

Os estudantes se sentem mais envolvidos quando suas ideias são ouvidas pelos educadores e colegas. Atitudes como acolher e dar espaço para que as crianças expressem seus pensamentos durante as aulas e tragam sugestões para a rotina escolar ajudam a transformar o aprendizado em algo interessante para os pequenos.

O desafio aqui é fazer com que todos os alunos sejam ouvidos, sem deixar que nenhum deles se sinta mal por não participar. A dica é que o professor planeje o  momento certo e a maneira como interagir com os estudantes, contemplando todo o grupo.

Vale até planejar o período das sugestões, estimulando que os alunos escrevam suas ideias e as depositem em uma urna. Depois, o educador realizará o sorteio e conversará com o grupo sobre a possibilidade de colocar em prática a ideia proposta.

Outra dica é convidar todos os dias uma dupla ou trio de estudantes diferentes para ajudarem a organizar as atividades da classe. Assim, todos podem interagir e a participação conjunta diminui a pressão causada quando o estudante realiza algo sozinho.

Uso da tecnologia em sala de aula

”Professor, vai ter game hoje?” Praticamente todos os educadores já escutaram essa frase no começo da semana, e há quem escute todos os dias. A maneira mais divertida de aprender para as crianças e adolescentes é por meio de jogos e atividades interativas. Desde que bem adaptado ao conteúdo da aula, esses recursos podem ser uma ferramenta poderosa para aliviar momentos de pressão ou de desinteresse.

Praticamente todos os alunos levam o celular para a escola nos dias de hoje. Então, adaptar o uso desses dispositivos em aulas interativas faz o estudante dobrar o interesse e a atenção pelos conteúdos trabalhados, diminuindo a ansiedade causada pela falta do celular.

Rodas de conversa ajudam a aproximar os estudantes

Como abordado acima, todo aluno sente a necessidade de falar e de ser ouvido. Mesmo para aqueles mais tímidos, a roda de conversa acaba sendo um momento propício para relaxar e demonstrar afeição pelo grupo.

Ela pode ser feita uma vez por semana,  por alguns minutos antes ou depois da aula, ou até mesmo no intervalo. Incluir o aluno na organização dos dias e horários para a roda de conversa também é interessante, pois dá a ele mais controle e participação nas tomadas de decisões da classe.

Aprender  com liberdade

Ao contrário do que se pensa, dar liberdade na sala de aula ajuda os alunos a compreenderem melhor a matéria. Isso não deve ser confundido com falta de ordem ou disciplina.

Os estudantes precisam encarar todo o ambiente escolar com naturalidade, isso quer dizer que os pais e os professores devem tomar cuidado na abordagem com os filhos/alunos, evitando forçá-los, de maneira errada, a gostarem de estudar.

Listamos abaixo algumas dicas para que o jovem estude com liberdade e tome gosto por essa atividade:

  • Deixe o aluno confortável para fazer perguntas em sala de aula;
  • Permita que o jovem encontre a organização mais intuitiva do caderno e do material escolar;
  • Apresente ao aluno diferentes mecanismos que otimizam o estudo, como resumir, grifar palavras importantes e sinalizar dúvidas que precisam ser esclarecidas com o professor;
  • Incentive a autonomia do estudante, por exemplo, durante a realização das lições de casa ou na escolha de livros que ele goste de ler.

Apresentamos neste artigo diversas maneiras de evitar que os alunos fiquem pressionados na sala de aula, sentimento que atrapalha o aprendizado. Caso você tenha alguma dúvida sobre o tema, deixe o seu relato nos comentários que retornaremos o quanto antes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This