Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Conhecimento além dos muros da escola

Conhecimento além dos muros da escola | Marupiara

Uma forma muito utilizada pelas instituições de ensino para promover o aprendizado além dos muros da escola são os estudos do meio, momentos nos quais os alunos têm a oportunidade de levantar hipóteses, descobrir novos conhecimentos e vivenciar na prática o que aprenderam em sala de aula

O estudo do meio é uma atividade coletiva que promove a aprendizagem e a convivência entre professores, estudantes e equipe pedagógica. Além disso, é um momento que gera expectativa e estimula o interesse dos alunos, promovendo o espírito científico e o olhar crítico sobre algo que se está pesquisando, conhecendo ou apenas evidenciando.

Segundo a professora sênior da Faculdade de Educação e do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo, Nídia Nacib Pontuschka, em entrevista a Revista Educar para

Crescer, o estudo do meio permite que a criança entre em contato com certas dimensões da realidade que não estão nos livros. In loco, elas buscam significado para o que observam e o relacionam com fatos já estudados.

Os estudos do meio são muito mais do que passeios realizados em grupo, pois durante as atividades, os alunos desenvolvem habilidades de observação, seleção, comparação e análise de dados, além de trabalharem com diferentes formas de registro e interpretação, que envolvem a leitura, a escrita e diversas formas de expressão. Por estarem em um ambiente fora do que estão acostumados, algumas habilidades sociais são revisitadas pelos alunos durante os estudos do meio como responsabilidade, autonomia, respeito, cooperação, solidariedade, tolerância.

Aprendizado interdisciplinar

Ao trabalhar com o estudo do meio de forma interdisciplinar – integrando diversas áreas e diferentes disciplinas – o aluno terá condições para desenvolver novos conceitos, habilidades e atitudes por meio da investigação in loco do tema trabalhado em sala de aula.

Para isso, a equipe planeja e programa as saídas de estudo do meio de modo a contemplar as propostas pedagógicas e os objetivos a serem desenvolvidos em cada série.

Por exemplo, uma turma do Ensino Médio está estudando a zona urbana de São Paulo nas aulas de Geografia e, nas disciplinas de História e Sociologia, está estudando a criação da cidade e os principais fatos históricos que a levou a ser a maior metrópole do país. Para fazer com que os alunos vivenciem todos os conteúdos aprendidos durante as aulas, uma visita ao Centro Histórico de São Paulo é uma ótima maneira de trabalhar o mesmo tema de diferentes perspectivas e contextos, permitindo aos jovens ampliar o seu repertório e desenvolver a própria visão do fato.

Do mesmo modo em que se prepara o aluno antes da realização do estudo do meio, é importante que, depois, seja destinado um tempo em sala de aula para realizar a síntese e a organização dos novos saberes, um momento propício para que os alunos compartilhem com os colegas e professores as suas observações e conexões.

Todo lugar gera aprendizado

Seja nas ruas, em museus, viagens ou na natureza, com a escola ou com a família, o estudante deve ter em mente que pode estar sempre aprendendo e ampliando o seu repertório acadêmico e cultural.

Nesse sentido, é importante que os pais e educadores incentivem seus filhos e alunos a irem em busca de novos saberes independentemente se o que ele tem interesse está relacionado ou não com os conteúdos escolares naquele momento.

Ao estimular visitas à museus, cinemas, teatros e a leitura de livros fora do contexto escolar, os pais devem associar essas atividades à programas de lazer. À medida em que o jovem cria um repertório, é interessante oferecer mais diversidade sem forçá-lo a fazer algo que não goste. Essa pluralidade de conhecimentos promovida além dos muros da escola só tem a contribuir na formação integral do aluno-cidadão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This