Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Conheça as principais maneiras de ensinar habilidades socioemocionais para as crianças

socioemocional

Quando um professor precisa descrever os melhores alunos de uma classe, é comum ele eleger algumas características presentes nesses estudantes, como curiosidade, persistência, organização, criatividade e autonomia. Muitas vezes, essas importantes habilidades não são trabalhadas intencionalmente na sala de aula.

Mas essa realidade está mudando pouco a pouco. Isso porque as competências socioemocionais e a aprendizagem por meio de emoções e habilidades sociais vem sendo cada vez mais explorada pelas escolas.

Estudos comprovam que competências não-cognitivas têm uma influência positiva na vida escolar de crianças e jovens, pois a autoconfiança, a motivação e as expectativas levam, por exemplo, a um melhor domínio da língua materna. Além disso, segundo pesquisa realizada pelo  Instituto Ayrton Senna, estudantes responsáveis, organizados e focados conseguem aprender em um ano letivo cerca de um terço a mais de matemática do que os colegas.

A seguir, vamos mostrar maneiras de ensinar habilidades socioemocionais para as crianças, visando uma formação integral do aluno.

Saiba quais são os primeiros passos para ensinar  habilidades socioemocionais na infância

Conhecendo os sentimentos

Para dar início ao trabalho com essas habilidades, é interessante que o professor ensine os alunos, ainda na Educação Infantil, a nomear e a identificar os seus próprios sentimentos. Atividades como contação de histórias, músicas e até meditação ajudam nesse processo.

Desenvolvendo as habilidades na prática

Para trazer as emoções e os sentimentos para a sala, não é preciso planejar uma aula “sobre” habilidades, na verdade, as atividades propostas, realizadas em contextos autênticos, devem permitir que o aluno desenvolva a habilidade ao mesmo tempo em que assimila o conteúdo e vice-versa.

Na Educação Infantil, por exemplo, o desenvolvimento das habilidades socioemocionais ocorre diariamente nas atividades em conjunto. Nessas ocasiões, os educadores estimulam o comportamento educado e atencioso da criança com os amigos e professores, os ensinam a dividir os materiais e brinquedos com o grupo, a respeitar as diferenças e esperar o tempo certo para cada coisa. Esses são apenas alguns exemplos de como trabalhar as habilidades de forma consistente com as crianças.

Exemplo dos adultos

O próprio adulto, seja ele pai, mãe ou educador, precisa ser um modelo para o pequeno. Por exemplo, se o objetivo for ensinar autocontrole para a criança e os adultos reagirem com estresse quando estiverem diante de um problema, é bem provável que o pequeno internalize esse comportamento, optando pelas birras sempre que estiver em uma situação contrária a sua vontade.

Veja como essas habilidades impactam no aprendizado das crianças

Como vimos, as habilidades socioemocionais são fundamentais para a formação integral do aluno. Especificamente sobre o impacto delas no aprendizado, podemos destacar a autorregulação e a capacidade de gerir pensamentos, sentimentos e comportamentos. Tudo isso possibilita que o estudante preste atenção nas aulas, lembre de regras e informações e saiba controlar os seus impulsos dentro e fora da escola.

No artigo de hoje, mostramos as principais maneiras de ensinar habilidades socioemocionais para as crianças e também apresentamos as vantagens que esse trabalho traz para o aprendizado dos pequenos. Para continuar por dentro dos assuntos relacionados à educação, veja também em nosso blog o post que aponta os benefícios de aprender a falar inglês ainda na infância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This