Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Como a escola pode preparar os alunos para o mercado de trabalho?

preparar

Ao ingressarem no Ensino Médio, os alunos encontrarão uma das mais desafiadoras etapas escolares de suas vidas. É neste período repleto de mudanças, que vão desde o currículo até as novas responsabilidades, que os jovens começam a decidir o seu futuro profissional.

Nos três anos que completam o ciclo, os estudantes passam a ter mais autonomia na condução dos estudos, já se preparando para a entrada nas universidades. Esse processo preparatório guiado pelo colégio também vale para o ingresso no mercado de trabalho.

A seguir, separamos algumas práticas que as escolas costumam utilizar na preparação dos profissionais do amanhã, que tem início ainda na Educação Infantil. Confira!

Formação desde a base

As instituições de ensino que prezam pela formação integral do aluno, garantindo que ele se adapte bem em todas as situações, inclusive nos diferentes ambientes de trabalho, começam a formação dos profissionais do futuro desde os primeiros anos da criança na escola.

Além do domínio dos conteúdos e habilidades acadêmicas, o colégio deve ensinar questões básicas da convivência em sociedade desde a Educação Infantil, características que ajudarão o pequeno no seu futuro ingresso no mercado de trabalho. Por exemplo, a criança precisa ser estimulada a fazer escolhas, conviver em grupo, enfrentar desafios e respeitar as diferenças.

Esse trabalho desde a base é fundamental para que o estudante, ao chegar ao Ensino Médio, encontre mais facilidade para lidar com as atividades semelhantes às que ele terá  no mercado de trabalho, como a tomada de decisão, gerenciamento do tempo, definição de prioridades e organização de tarefas.

Suporte na escolha da carreira

Como vimos, é no Ensino Médio que o jovem começa efetivamente a pensar na sua carreira. Por mais que algumas profissões fizessem parte dos seus sonhos de criança, é nesta fase que o adolescente, com o apoio da família e do colégio, irá verificar se essa é de fato a melhor carreira para ele.

Apesar da presença dos adultos ser importante nesse momento, é preciso dar espaço para que o adolescente escolha a sua profissão de acordo com as suas vontades e aptidões. Na escola, uma maneira interessante de abordar boa parte das profissões é promovendo feiras e palestras que trazem profissionais de diferentes áreas para compartilhar com os alunos as suas experiências e práticas diárias.

Visitas do grupo a faculdades são importantes para que os estudantes conheçam mais o mundo universitário e a área que pretendem seguir. Orientação vocacional na escola também é uma excelente forma de dar suporte ao jovem na escolha da carreira.

Vivenciando o mercado de trabalho na prática

Além de todos os pontos que citamos no início do artigo, que são fundamentais para a preparação do jovem para o futuro profissional, há instituições de ensino que utilizam outras estratégias para aprimorar esse processo. Uma das mais efetivas e que permite que o aluno vivencie o mercado de trabalho na prática são as “empresas júnior”, criadas na própria escola.

Geralmente, esse tipo de projeto consegue unir diversas disciplinas escolares, fazendo com os alunos experimentem diferentes papéis dentro de uma empresa. Manter a rotatividade das funções é importante para que eles conheçam as características de cada área. Mesmo não sendo possível abranger todas as profissões, a criação de “empresas júnior” é uma iniciativa interessante para a aproximação dos adolescentes com o mercado de trabalho.

Se você gostou das dicas do post de hoje e quer continuar por dentro das novidades da área de educação, não deixe de acompanhar as próximas postagens do nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This