Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Aprender Matemática brincando: formas lúdicas de iniciar o aprendizado na Educação Infantil

Aprender Matemática Brincando-Marupiara

Números, grandezas, formas e dimensões, razões e proporções. Os termos são comuns no ensino da Matemática e estão presentes em, praticamente, todas as nossas atividades cotidianas. Valorizar a importância dos conceitos matemáticos a partir de como eles estão inseridos em nossa rotina é um dos grandes desafios dos professores nos dias de hoje.
Desde o primeiro momento, os educadores se empenham em descomplicar a temida Matemática. No entanto, na Educação Infantil, os conceitos matemáticos fluem naturalmente a partir do envolvimento das crianças em atividades lúdicas, que são pretextos valiosos para a aquisição de conhecimentos.

As primeiras noções de Matemática são introduzidas aos alunos já nos primeiros anos da Educação Infantil e se intensificam grau a grau, sempre pautados por uma abordagem lúdica, respeitando a capacidade cognitiva de cada idade.

Para que o aprendizado da Matemática seja efetivo para as crianças, é importante que a escola elabore um plano de ensino que contemple o faz de conta, os jogos e as brincadeiras, levando a apropriação dos conceitos e operações, ao mesmo tempo em que se estimula o desenvolvimento do raciocínio lógico dos pequenos.

O uso da Matemática no dia a dia

O doutor em Educação Matemática, Dermeval Santos Cerqueira, em artigo publicado na Revista Escola, afirma que “a aprendizagem no ambiente escolar deve permitir que o aluno compreenda o assunto por meio de exemplos ligados ao seu cotidiano para que, posteriormente, ele seja capaz de resolver problemas mais complexos. A aprendizagem que atribui significado ao conceito permite que os alunos tomem decisões com mais segurança e autonomia em diversas situações”, pondera Dermeval.
E com o ensino da Matemática não é diferente. Noções simples, mas importantes no desenvolvimento do raciocínio lógico – como a diferença entre “uma coisa e muitas coisas” (comparação de quantidades), a “categorização de objetos” e a “correspondência um a um” – são exemplos de conteúdos que podem ser abordados com as crianças da Educação Infantil, trabalhando a Matemática a partir das vivências dos alunos.

Atividades corriqueiras como guardar os brinquedos, por exemplo, também ajudam a introduzir uma noção de classificação, da mesma forma que brincar de quebra-cabeças permite aos educadores chamar a atenção para aspectos relacionados às proporções e à organização espacial.

Brincando com as formas

O contato com as formas geométricas a partir de brincadeiras com as peças de encaixar, por exemplo, é divertido e estimula o aprendizado dos pequenos estudantes. Gradualmente, as crianças lidam com situações que pedem a resolução de problemas, como o encaixe de peças de tamanhos diferentes umas dentro das outras. Desta forma, “maior” e “menor”, “grande” e “pequeno” vão se tornando parâmetros reconhecidos por elas. Outra maneira de apropriá-las das formas geométricas é as incentivando a buscar na classe objetos em formato de círculos, quadrados ou triângulos.

Contando e aprendendo

Nos últimos ciclos da Educação Infantil, os alunos começam a ter um contato mais direto com as operações aritméticas, como adição, subtração e divisão. Ao mesmo tempo, começa a surgir a representação dos números nas práticas em sala de aula.

Para as crianças, faz mais sentido os contextos pedagógicos como a organização de coleções de objetos na classe, jogos e o uso cotidiano do calendário.

Essa abordagem lúdica é muito mais efetiva do que aferir os conhecimentos de forma dirigida. Por isso, é fundamental estimular as crianças a pensarem e a realizarem suas próprias descobertas matemáticas tanto na escola quanto em casa.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This