Paste your Google Webmaster Tools verification code here

TEMAS ATUAIS

Temas indispensáveis à formação de uma sociedade crítica e democrática

Uso excessivo das redes sociais pode comprometer a felicidade dos jovens?

uso exessivo

Nos dias de hoje, os smartphones e tablets já fazem parte da rotina das crianças e dos jovens. Usados principalmente como forma de diversão e interação social, esses recursos tecnológicos vêm transformando hábitos e comportamentos das novas gerações.

A mobilidade, a conexão com pessoas de diferentes locais e o acesso rápido e fácil a milhares de informações são pontos positivos que a tecnologia trouxe para a formação desses jovens. Mas, como tudo, o uso excessivo desses recursos pode trazer impactos negativos para os adolescentes.  Por isso, as famílias precisam ficar atentas, saber quais são esses riscos e como ajudar o filho a se livrar deles.

A seguir, vamos mostrar se o uso excessivo das redes sociais pode ou não comprometer a felicidade dos jovens e como evitar que problemas desse tipo aconteça com o seu filho. Não perca!

Realidade x mundo virtual: com lidar?

Como mencionado no início, a geração conhecida como “Nativos Digitais” já nasceu em um mundo amplamente conectado e cresceu tendo ao seu redor dispositivos como smartphone e tablet. Toda essa familiaridade com esses recursos mudou, também, a forma como as crianças e os jovens se relacionam, um misto da realidade com o mundo virtual.

O estudo liderado por Jean Twenge, professora de Psicologia da Universidade Estadual de San Diego, na Califórnia, aponta que jovens que passam muito tempo com os olhos vidrados nas telas de aparelhos eletrônicos são menos felizes que colegas que preferem outras atividades, como esportes, passeio com os amigos ou mesmo ler jornais e revistas.

De acordo com a pesquisadora, os dados têm a ver com o uso excessivo que os jovens fazem, que os impedem de realizarem outras atividades importantes para a plena felicidade, e também porque muitos adolescentes buscam esses recursos justamente quando estão tristes.

O estudo também revela que a abstinência total não leva à felicidade. Segundo o levantamento, os adolescentes mais felizes passam pouco menos de uma hora diária nas redes sociais, mas após uma hora de uso, a infelicidade aumenta de maneira consistente, acompanhando o aumento no uso de telas.

O que fazer para que o seu filho use a tecnologia de forma consciente?

Diante de tantas informações importantes, é comum os pais ficarem preocupados, afinal é a felicidade do filho que está em jogo. Nessas situações, a palavra mais adequada é o equilíbrio. Proibir o uso das redes sociais não é a saída para livrar os filhos desse problema. A dica é conversar com o jovem, apresentar a importância das outras atividades e das relações pessoais.

No início, é interessante incentivar o filho mais de perto. Por exemplo, ao perceber que o jovem fica muitas horas no celular e não quer realizar nenhuma tarefa fora de casa, matriculá-lo em um esporte pode ser bem positivo.

Mas, antes de tomar essa atitude, é essencial conversar com o adolescente, falar sobre os benefícios da prática esportiva e permitir que ele escolha a modalidade do seu agrado. Assim, além de exercitar o corpo, o filho passará a interagir com outros jovens fora do mundo online, reduzindo o acesso a esses dispositivos.

Outra dica importante para evitar que o seu filho seja prejudicado pelo uso excessivo das redes sociais é estabelecer combinados internos. Por exemplo, em casa, pais e filhos podem utilizar a internet das 20h às 21h. Após esse período, todos vão jantar, realizar outras tarefas e dormir. Nesse caso, a família precisa dar o exemplo e ficar atenta para que o filho também cumpra com o combinado.

Abordamos no artigo de hoje um tema bastante atual e que precisa de uma atenção redobrada dos pais que possuem filhos adolescentes. Para continuar por dentro do assunto, te convidamos para ler também em nosso blog o post que mostra como os influenciadores digitais podem impactar na formação dos jovens.

Quer mais conteúdo?

Preencha os dados e receba o melhor conteúdo sobre educação e atualidade!

Obrigado!

Pin It on Pinterest

Share This